Uma tarde no mundo / Performance

Isabel Costa

[Portugal]

Salão Para o Século XXI

© Leonor Fonseca

Salão Para o Século XXI é uma peça de Isabel Costa desenvolvida na residência Interferências, na Companhia Olga Roriz, em 2019. Um salão de arte é habitado por seres humanos que gastam o seu tempo a refinar a sua forma de falar, de conversar. Nada existe além dos seus corpos e da natureza escorregadia dos seus pensamentos. Neste salão, privilegiam-se as conversas, o pensamento e o ócio que move o mundo.

Isabel Rodrigues Costa

Isabel Rodrigues Costa (n.1992) trabalha em teatro, cinema, na área de produção de exposições e curadoria. É diplomada em teatro pela Escola Superior de Teatro e Cinema, tendo completado a sua formação na Universidade de Warwick (Inglaterra) e na UNIRIO (Brasil). É membro do grupo de teatro Os Possessos desde 2014. Na área de produção de exposições passou pelo Paço Imperial no Rio de Janeiro (Brasil) e pela Galeria Luis Serpa Projectos (Lisboa) e pela galeria Primner. Em 2016 terminou o mestrado Eramus Mundus Crossways in Cultural Narratives, tendo passado pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas na Universidade Nova de Lisboa, pela Universidade de Perpignan (França) e pela Universidade de Guelph (Canadá). Dedicou-se ao tema do arquivo na performance arte.
Em 2017 iniciou a criação de projetos a solo. Apresenta a criação “Estufa-Fria-A Caminho de uma Nova Esfera de Relações” na Bienal de Jovens Criadores, e a primeira edição do Projeto Manifesta, um projeto produzido por Os Possessos. Em 2019 apresenta as criações “Maratona de Manifestos” e “Salão Para o Século XXI.”

21 Mar 15:30

Museu de Lisboa​ – Palácio Pimenta

Espetáculo cancelado.

Criação Isabel Costa
Intérpretes Filipa Matta, Frederico Barata, Isabel Costa e João Pedro Mamede
Apoio à Dramaturgia Daniel Gamito Marques

M/6 | Duracional 15h30 a 17h30

"Uma Tarde no Mundo é uma secção pensada para acontecer durante uma tarde em dois espaços expositivos de Lisboa, com espetáculos e performances em diálogo com os seus contextos espaciais, institucionais e museográficos."